quarta-feira, 28 de setembro de 2011

O meu bucetário

Sempre fui criador de animais exóticos.
Já tive um minhocário aonde criava minhocas para produzir humús. Já fui dono de um ranário, onde criava e abatia rãs para vender a carne.
Agora, como o sexo está em alta, resolvi criar bucetas e montei o primeiro e mais moderno bucetário da américa do sul.
No meu bucetario as bucetas são criadas livremente, sem confinamento. Todos os dias elas são besuntadas com bronzeadores e filto solar e depois passam o dia abertinhas ao sol.
001
002
003
Quanto mais sol elas pegam mais elas crescem e incham. Quanto mais inchadas forem mais valor elas tem. O mercado europeu tem pago um bom dinheiro por uma buceta inchada. ainda mais se for brasileira.
004
O cú também é muito apreciado pelo mercado nacional principalmente. Por incrível que pareça, há quem dispense a buceta e prefira só o cú.. De qualquer maneira eu só vendo o conjunto.
07-(3)
As bucetas ficam passeando pela praia o dia inteiro. Ás vezes quando está muito calor, costumam se refrescar umas às outras.
08-(4)
12-(6)
A buceta é muito asseada e limpinha, e costuma se livrar ela mesma de pequenos parasitas que se instalam em seu interior.

As bucetas só tem um defeito:Não podem ver uma máquina fotográfica que ficam todas agitadas, pois adoram ser fotografadas. Nestas horas temos que intervis para organizar as coisas.
016 015

Um comentário:

  1. Uma mais bucetuda que a outra.
    Visitem meu blog.
    http://nuaspintadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir